DIY – Quadro para cartas e recados

quadro recados correio 168 copy2Eu já havia feito um tutorial aqui no blog ensinando a fazer aquelas bolas de casa de abelha (se não viu, clique aqui), mas agora resolvi inaugurar uma nova tag aqui chamada DIY (do it yourself ou faça você mesmo). Quero mostrar algumas coisas legais que você pode fazer com pouco dinheiro e dar uma graça na sua casa. Vamos lá?

Como eu não sabia o que iria fazer fui até uma loja dessas que vende coisas baratinhas para dar uma olhada e me inspirar. Acabei comprando 3 moldurinhas/porta-retratos que custavam R$6 (as pequenas) e R$12 (a maior), no caminho de volta pra casa fui imaginando o que ia fazer com elas e parando em outras lojinhas para comprar o que faltava.

Você vai precisar de:

  1. Moldura ou porta-retrato pronto,
  2. Tecido de sua preferência,
  3. Cortiça,
  4. Régua,
  5. Estilete,
  6. Tesoura,
  7. Pincel,
  8. Tinta PVA ou tinta spray,
  9. Cola Branca.

Comece pintando a moldura da cor que você preferir, a tinta que eu usei foi a Tinta Fosca para Artesanato Acrilex na cor 577 – Turquesa. Deixe secar a primeira demão e passe mais uma. Ah, por favor, forre a sua mesa de trabalho com jornal ou papel kraft, afinal ninguém quer lambança de tinta!

Vamos preparar o “miolo”, marque com uma caneta na cortiça o tamanho da base para foto (aquela parte de trás do porta-retrato que sai para que possamos colocar a foto) e recorte com um estilete. Agora passe cola branca sobre toda a base, cole a cortiça sobre ela e deixe secar com algumas revistas em cima para fazer peso.

Marque a altura que a base para as cartas deve ter. Eu escolhi fazer com 12 cm, mas se o seu quadrinho for maior ou menor você pode adaptar a medida.

Agora vamos preparar o tecido, acompanhe os passos:

Passo 1 – Faça um retângulo com as seguintes medidas:  o dobro da altura que você escolheu anteriormente (no meu caso escolhi 12cm então marquei 24cm) por 21 cm (a largura da minha base para foto), essa medida vai sempre ser de acordo com a sua base para foto.

Passo 2 – Junte as duas pontas e dobre o tecido para marcar o meio. No meu caso, depois de dobrado o tecido ficou com 12cm de altura por 21cm de largura.

Passo 3 – Passe cola branca por toda a extensão de uma das metades (como na foto). Atenção!! Não exagere na cola, só um pouquinho é suficiente.

Passo 4 – Una novamente as pontas e passe bem com um ferro quente para que fique bem firme e sequinho.Marque a altura nas laterais da base com a cortiça e passe cola pela borda. Cuidado, passe só pela borda, ok? É essa cola que vai manter o tecido no lugar então não economize.Agora é só colar o tecido sobre a base com cortiça que o “miolo” está pronto. Ele deve ficar como na foto.

Coloque o miolo na moldura e o seu quadrinho de cartas e recados está pronto.Use percevejos fofos para colar variados tipos de recado, você pode deixar a listinha de compras do mercado, coisas que não pode esquecer (como tosar a Dóris, nossa gatinha) e na parte para as cartinhas você pode colocar os postais que for recebendo do Postcrossing!!!

Ah! Essas duas moldurinhas que estão ao lado são aquelas de R$6 que eu comprei junto e resolvi pintar também!!!

E ai? Gostaram?

 

 

Postcrossing – amor na sua caixa de correio

capa_blogAcabei de ver um post na fanpage da com Lola  - uma lojinha linda com produtos e conceito super bacanas – sobre postais e lembrei que quero dar essa dica pra vocês a muito tempo. Conheci o Postcrossing através da Carol do O Jardim Branco (outra loja incrível que vocês tem que conhecer!)  e me apaixonei de cara.

Funciona assim: você se cadastra (olha o meu profile aqui), escolhe algumas configurações como quais línguas você fala, se quer receber postais do mesmo país, etc.,  depois é só clicar em”send a postcard”, agora é só enviar o postal para o endereço que recebeu.

Mas e ai, vou mandar um postal pra quem eu não conheço? Exatamente, aliás essa é a graça. Vocês não imaginam como é bom receber carinho que viajou pelo mundo antes de chegar na sua caixa de correio. Já recebi postais de todas as partes do mundo: Taiwan, Bielorrússia, Holanda, USA, Canadá, Alemanha, Ucrânia e muitos outros.

O custo de envio de postais no Brasil varia, mas para você enviar pros lugares mais caros (como China e Rússia) e na modalidade Prioritário (que é a mais rápida) custa R$2,30, as modalidades mais em contam começam com 1 e pouco. E te digo: vale a pena!!!!

Ah! Mais uma coisa, quanto mais postais você manda mais você recebe.

Editado: Esqueci de colocar umas informações, são:

  • 435,047 membros em 216 países,
  • são enviados 764 postais por hora,
  • 19,209,688 postais já foram recebidos,
  • 465,895 postais estão a caminho nesse momento,
  • 99,533,218,484 km já foram percorridos pelos postais,
  • somando 2,483,674 voltas na terra!!

E tem gente que ainda diz que os postais caíram em desuso.

Receitinhas Lilou #6 – Bruschetta

bruschetta1Tem algumas comidinhas que devem ser classificadas como salva-vidas e a Bruschetta é uma delas.  São 20h, você está em casa de pijamas e o telefone toca, é aquela amiga que você não vê faz tempo avisando que está na cidade com o novo namorado e vai fazer uma visita! Corre pra um lado, corre pro outro, cata a meia perdida no meio sala, arranca a roupa, coloca a primeira coisa “apresentável” que vê pela frente, … Ufa! Tô pronta! Mas, espera, o que eu vou servir?

- Bruschettas!!!!

Viu? Comida salva-vidas!

Brincadeiras à parte, a Bruschetta é uma comidinha gostosa, prática e que não precisa de muitos talentos culinários. Vou mostrar algumas dicas básicas e algumas opções de “recheio”, afinal sempre bate aquela dúvida do que colocar.

Dica 1: O Pão

bruschetta12

O pão ideal é o Pão Italiano (aquele da casca bem durinha, sabe?). No supermercado que faço compras eles só fazem esse pão na terça e sexta-feira, mas em alguns lugares e padarias grande você encontra todos os dias. Eu comprei a versão integral. Débora, fica orgulhosa de mim?? A Débora é a minha nutricionista linda e ela tem um blog com várias dicas de alimentação saudável, clique aqui e dê uma olhada. 

Se você não tiver o pão italiano pode usar qualquer pão, já fiz com francês, de forma, pão de milho, sovado, etc., afinal a ideia é que você possa fazer com o que tem em casa.

Dica 2: Os essenciais

Tem alguns itens que vão no preparo das bruschettas que eu não listo como ingredientes, mas porquê? Simples, considero que esses itens são essenciais em toda cozinha. Eles são:

  • Azeite
  • Manteiga
  • Pimenta do Reino
  • Sal
  • Páprica (esse não é tão essencial assim!)

Então se algum desses itens está em falta na sua cozinha, já pro mercado!

Dica 3: O alho

bruschetta15

Para dar um sabor extra, pegue um dente de alho, corte ao meio e esfregue sobre a superfície do pão. Como o pão italiano é bem durinho fica fácil. Agora se for usar um mais macio, coloque o pão (já cortado) no forno para dar uma torradinha.

Aviso: Como já disse em posts anteriores, eu NÃO sou chef de cozinha e nunca estudei culinária de maneira formal, mas amo cozinhar. Por isso as receitas que vocês vêem aqui demonstram apenas o modo como eu faço comida, os sabores que eu gosto de misturar e algumas das minhas aventuras bem sucedidas (as fracassadas, que são muitas, a gente deixa pra lá) na cozinha, ok? Digo isso porque o primeiro recheio traz um “molho” não muito conhecido em terra tupiniquins, mas que eu sempre quis provar e a receita que eu mostro é a minha versão, não sei se é formalmente correta, mas garanto que ficou gostosa.

Recheio # 1 – Aspargos, queijo fundido e molho Holandês (Hollandaise)

bruschetta9 Para essa opção você vai precisar de:

  • Aspargos
  • Queijo Fundido
  • 3 Gemas
  • Suco de meio Limão
  • 2 Colheres de Manteiga derretida

Para começar dê uma leve fervida nos aspargos, num esquema mais rápido que miojo (dois minutos em água fervente), retire e monte a sua bruschetta.

bruschetta5Coloque os aspargos e por cima coloque lascas generosas de queijo fundido. Ele vai funcionar como um “cimento” (essa palavra combina com comida?) e vai manter os aspargos no lugar. Regue com um fio de azeite e leve ao forno. Agora é hora de preparar o molho Hollandaise. 

bruschetta3Numa vasilha (que possa ir ao fogo em banho-maria) coloque as gemas, manteiga (derretida!) e suco do limão. Leve ao fogo (baixo!) em banho-maria, mexendo sempre com um fouet até ficar com uma consistência de maionese. Se você gostar adicione páprica picante.

bruschetta2Quando a bruschetta sair do forno coloque o molho sobre ela e salpique um pouquinho de páprica.

Recheio #2 – Shitake e Queijo de Cabra

bruschetta11Nessa opção você vai precisar de:

  • Shitake
  • Queijo de Cabra
  • Salsinha
  • Algumas gotas de limão

Eu estou usando alguns queijos bacanudos que comprei na minha barraca de queijos favorita das feiras de Londrina (é essa aqui ó), eles vendem esses queijos holandeses que são deliciosos. Se você não tiver,  pode usar mussarela mesmo, eu sempre uso e também fica ótimo.

bruschetta8Pique o Shitake em pedaços grandes, depois refogue numa frigideira junto com 1 colher de manteiga, uma pitada de sal, algumas gotas de limão e salsinha. Você também não precisa cozinha-lo muito, pois tudo ainda vai ao forno, ok?

bruschetta6Monte a bruschetta colocando um pouco do queijo por baixo, depois o shitake e mais um pouco de queijo por cima. Depois é só colocar no forno por alguns minutos.

Recheio #3 – O clássico

bruschetta10Você vai precisar de:

  • Mussarela (aqui eu usei de búfala)
  • Tomates
  • Manjericão

Eu amo eternamente o primeiro italiano que uniu esses 3 ingredientes, porque eles são perfeitos juntos.

bruschetta4Essa é simples, coloque o queijo e o tomate picado sobre o pão e salpique um pouco de pimenta do reino. O Manjericão você só deve colocar depois que tirar a bruschetta do forno, assim ele fica verdinho e mais gostoso.

bruschetta16Quando já estiver com todos montados na forma, regue com um pouco de azeite. O tempo de forno pode variar um pouco, o ideal é você acompanhar o derretimento do queijo, mas sem esquecer que se ficar muito tempo o pão pode queimar por baixo.

bruschetta17Pronto! Agora é só esperar a amiga com um vinho!

1 4 5 6 7 8 29